O Sindicato dos Leiloeiros do Estado de Minas Gerais - Sindilei/MG foi constituído em 2008 logo após os leiloeiros oficias verificarem a necessidade de haver um representante legal para toda a categoria, em um momento de grande evolução e transformação da atividade leiloeira.

Assim nasceu o Sindilei/MG, que em poucos anos prestou serviços relevantes para a sociedade, orientando os Leiloeiros e Comitentes, sempre pautado na legalidade, em busca do aperfeiçoamento e profissionalização da classe.

Durante os anos, o Sindilei/MG atuou na defesa de inúmeros leiloeiros em diversas demandas judiciais. Participou ativamente da constituição da Febralei – Federação Brasileira dos Leiloeiros, ocupando uma das vices presidências da entidade.

Participou de inúmeras reuniões e grupos de estudos, visando à elaboração de sugestões para regulamentação da atividade, por meio de projetos de lei, resoluções e instruções normativas. 

Em 2010, o Sindilei/MG atuou em conjunto com a JUCEMG (órgão fiscalizador da atividade da leiloaria em Minas Gerais) na adequação da fiscalização da atividade, orientado os Leiloeiros Oficiais quanto à forma legal de escrituração, criando de forma inédita os modelos de livros a serem utilizados.

Entre muitas frentes de atuação, o Sindilei/MG tem deixado sua marca principalmente na pacificação quanto aos processos de licitação/contratação de leiloeiros pela administração pública, tendo elaborado um estudo sobre credenciamento de Leiloeiros, com base na lei nº 8.666-92, que vem se tornado um modelo “padrão” em todo o país, sendo adotado por importantes instituições, tais como; Petrobrás Liquigás, Caixa Econômica Federal, Correios.